Pages

Monday, November 3, 2008

Tenho frio

Sinto me gelada. Não gelada de frio, mas sinto meu coração gelado. Nestas duas semanas que passaram senti a frieza da morte, não uma, mas duas vezes. Embora não directamente acaba sempre por nos gelar e não lhe consigo ficar indiferente. Os meus fantasminhas voltaram a aparecer... e aquela sensação de perda não me abandona. É triste. Mas mais triste ainda é saber que vidas são roubadas cedo demais, sem que as pessoas tenham oportunidade de viver aquilo que deveriam. Não deviamos poder morrer antes de viver um grande amor, sentir o aconchego do abraço dos nossos filhos, sem vê-los crescer. Deviamos morrer apenas depois de ter vivido aquilo a que temos direito.
A morte leva nos o que temos de mais querido. Será que devemos nos revoltar ou simplesmente aceitar? nenhuma das coisas, devemos tirar daí uma lição e não desperdiçarmos a nossa vida com coisas que não valem a pena. Não tenho medo de morrer. Tenho medo é do que a morte me pode tirar. E só de pensar nisso fico em pânico e é como se me sentisse impotentente perante ela.

Bela

No comments: