Pages

Tuesday, January 20, 2009

Brinquedos

Meus brinquedos

De repente
Ao lembrar dos brinquedos queridos
Que ficaram esquecidos
Dentro do armário
Me bate uma saudade
Me bate uma vontade
De voltar no tempo
De voltar ao passado
Mas nada acontece
Nada parece acontecer
E eu choro
Choro como o bebê que fui
E a criança que quero voltar a ser
Não quero crescer!

Clarice Pacheco

Morro de saudade do meu tempo de criança. Que feliz que era. Uma felicidade que enchia minha alma, onde tudo parecia perfeito, onde meus sonhos então me pareciam bem mais reais. Saudades de rir sem razão aparente, saudades de dançar, rodopiar... saudades de viver como se não houvesse amanhã.... bela

2 comments:

Lilica said...

Eu também tenho brinquedos esquecidos dentro do armário. Como diz lindamente Clarice Pacheco "Me bate uma saudade..., me bate uma vontade... de voltar no tempo..."

Alicinha said...

Amei os versos de Clarice Pacheco. Eles expressam exatamente o que sinto com relação aos meus brinquedos!!!