Pages

Friday, February 13, 2009

Faz de conta


Faz de conta que sou indiferente... faz de conta que nem me importo... faz de conta que não estou nem aí... mas no fundo, no fundo, sei bem que não é assim. Gostaria de poder não sentir o que sinto, gostaria de não sentir da forma que sinto. Porque me deixo envolver? A solidão bate, nestes dias então mais do que nos outros. E dou comigo a pensar, mais um ano que passa e tudo continua na mesma. Será problema meu? Não será? Acho que sou exigente demais comigo mesma. Ás vezes precisava de ser menos racional e mais emocional. Mas ser emocional dói. Falta-me algo, falta-me alguém, por vezes um vazio silicencioso me invade querendo tomar conta de mim, luto, ah como luto, e tenho conseguido manter este sentimento afastado... mas depois vêm estes dias em que sinto tanto tanto a falta de alguém..... bela

1 comment:

Adrielly Soares said...

Sintir falta, eu já disse como eu odeio sentir saudade? POis é, eu odeio. humpf.

Me lembrou Clarice.

"faz de conta que ela nao estava chorando por dentro -
pois agora mansamente, embora de olhos secos, o coração estava molhado."