Pages

Wednesday, June 3, 2009

Sinceridade



Pouca sinceridade é uma coisa perigosa, e muita sinceridade é absolutamente fatal.
Oscar Wilde


"Minha mãe diz que eu tenho um defeito muito grande. Sou demasiado sincera, me exponho demais. Estes dias dei comigo a pensar que ela tem razão, por mais que me custe admitir. Minha forma de ser me faz agir assim, quando conheço alguém, quando convivo com essa pessoa, sou transparente. Não consigo ocultar simples factos, deixar coisas por dizer. É mau ser-se assim, pois enquanto as outras pessoas ficam sempre na rectaguarda eu acabo revelando demasiado de mim. Gostava de mudar isso em mim. De não confiar tanto nas pessoas a ponto de me revelar. Até aqui não o tenho conseguido. Embora acontecimentos recentes de traição da minha confiança me fizeram sentir na pele que tenho mesmo que mudar. Não posso ser tão simpática, não posso ser tão confiante, tenho que olhar para o outro lado da pessoa e não apenas para o lado que ela me quer mostrar. Sim porque apesar de que eu me mostrar por completo na maior parte das vezes não sucede o mesmo do outro lado. E acabo ficando com uma ideia errada da pessoa, pois não consigo com esta idade ainda enxergar as verdadeiras intenções das outras pessoas... Será que tenho emenda? Bela"

11 comments:

art.soul said...

eu sou assim. tb acredito nas pessoas até me provarem não serem merecedoras.
tem como consequência algumas desilusões mas a minha forma de ser positiva e bastante alegre não me permite mudar, nem quero.
tens de estar mais atenta aos sinais, e saber distinguir se a pessoa merece a tua confiança. é difícil mas acho preferível a tentares mudar algo que te é tão característico e acima de tudo, bonito.
é a minha opinião.
beijinhos

saia justa said...

Nunca te arrependas daquilo que és. Para mim a maior virtude de um ser humano é ser sincero, verdadeiro, transparente, consigo e nas atitudes para com os outros. Assim todos os dias ao longo da tua vida vais poder deitar a cabeça no travesseiro e dormir com o sentido do dever cumprido.

Moni said...

eu já fui bastante assim, mas tenho aprendido que as vezes é melhor morder a lingua antes de falar certas coisas, e olha q eu ainda me ferro as vezes! tenho mto q aprender! beijos

S . said...

Temos que tentar equilibrar as coisas ...
há situações em que ser sincero é crucial... embora doa, é preferível. Há outras, às quais chamamos de 'sinceridade desbocada', que é completamente prescindível... falta de sentido de oportunidade.

(;

Saltos Altos Vermelhos said...

também assim fui! Mas sabes a vida ensina-nos muito!!!!

Pinipóne said...

Um beijinho de camaradagem :o) Eu sou assim, quando confio, confio, logo.. quando me fazem desconfiar, não confio nunca mais (nessa pessoa, claro!)

Bjito!

Mona Lisa said...

A mim a vida já me provou várias vezes que não devemos demasiado transparentes e demasiado sinceros porque as pessoas aproveitam-se de nós. Contudo é uma questão de pesar os prós e os contras. Para mim continua a ser muito mais vantajoso dizer o que pensamos, mostrar o que sentimos e ser quem somos. Sofremos mais, mas também vivemos no verdadeiro sentido da palavra e acabamos por ganhar algumas coisas importantes. Vale a pena ser sincero! beijo

Blog do Óbvio said...

Tem como acertar, sim. Você mesmo está descobrindo. Este tipo de acerto é individual. Cada um funciona de um modo. O bom é conseguir um meio termo. Beijos. Manoel Eduardo - Brasil.

Olhos Dourados said...

Eu sei o que isso é!

Libelinha said...

Muda se achas que é bom para ti... Mas nunca deixes de ser quem és só porque te dizem para mudar!... Sê verdadeira acima de tudo contigo própria!...

Beijinhos ;P

Brown Eyes said...

Claro que tens emenda. Ser muito sincera deixa-te muito vulnerável o que não é bom. Conhecendo-te bem é fácil saber como atingir-te quando se pretende faze-lo. O meio termo é sempre a dose certa. Aprenderás também a ver para além do que te mostram. Com todas estas aprendizagens não perderás o teu valor, ganharás paz. A nossa vida é uma aprendizagem constante por isso terás tempo de saber proteger-te. Eu aprendi e hoje sou feliz, já não deixo que me magoem e muito menos que me enganem. BJS