Pages

Wednesday, July 29, 2009

Noite de Carnaval


"Noite de Carnaval. Pessoas mascaradas, alegria, euforia e todas essas coisa que caracterizam uma noite como essa. Noite em que despimos nossa máscara para vestir uma outra que poderá ter ou não a ver connosco. E eu não sou excepção. Gosto da emoção de me vestir, de por momentos, horas vestir outra pele que não seja a minha. Nessa noite de carnaval em especial, no meio de uma multidão, o meu olhar detectou um lindo anjo. Tão lindo, lindo que era impossível desviar o olhar. Nossos olhares se cruzaram. Algo me fez estremecer. As luzes iluminavam sua tez, as asinhas que se anteviam nas suas costas ondulavam ao sabor da música. Nunca consegui esquecer aquele olhar, aquele sorriso. Até hoje. Hoje enquanto trabalhava descansadamente, a porta se abriu lentamente, levantei o olhar a muito custo pois estava concentrada nas tarefas que estava a executar. Estremeci. Ali á porta estava o meu anjo. Lindo como o recordava, não tinha as asinhas não, mas o olhar, o sorriso continuava lá. Reconheceu-me... ficou um ambiente de constrangimento. Nenhum dos dois se atrevia a quebrar o silêncio. Muito a custo dei o primeiro passo. O meu lado profissional fala mais alto. "Olá bom dia, posso ajudar?" Que mal que me soaram estas palavras, a voz saiu tremida, insegura. Então ele sorriu. Respondeu que sim. E eu deliciei me com a sua voz.... Bela"

1 comment:

S* said...

Detesto esse vai-que-não-vai e a falta de atrevimento. Alguem tem de dar o primeiro passo. :P