Pages

Monday, October 19, 2009

Moulin Rouge



"Este fim de semana estive a ver o Moulin Rouge. Apesar de não ter visto o fim pois aconteceu um imprevisto com o DVD, esta foi uma das cenas que mais me marcou... Cada dia que passa me convenço mais que amores assim só mesmo nos filmes mesmo. Não existem príncepes encantados que lutam por nós, cada vez mais me deparo apenas com desilusões em cima de desilusões. Ao menos resta me viver e vibrar com estes momentos, em que imagino que algo assim poderia acontecer comigo... Bela"

8 comments:

cereja said...

É por isso que gosto tanto de ver filmes, fazem-me sonhar! ;)
A realidade é muito diferente

Zaahirah said...

Aqui há tempos também escrevi um post sobre esse filme e pus esse mesmo vídeo. É a minha parte preferida do filme!! :D

Beijinhos

Spiral Out said...

Não sejas tão pessimista..

E já agora, Moulin Rouge? Que lamechice.. :P lol

Carla said...

Adoro essa filme, o qual já não vejo há muito tempo...mas é uma boa altura para rever =)

Obrigada pelo prémio, actualizo o meu blogue assim que possivel com o mesmo =)

Besos*

p.s.ás vezes a vida tráz-nos boas surpresas ^^

Anonymous said...

Ola Bela, devo confessar que este é um dos meus filmes favoritos porque é uma historia de amor e um musical ao mesmo tempo. Eu discordo completamente com a tua afirmação, existem muitos principes encantados por ai e à procura da sua princesa que esta debruçada à janela da sua torre. Eu acredito que existem homens que amam verdadeiramente as mulheres, que lutam por elas porque sentem que junto delas a sua vida torna-se melhor. Acredito em homens que respeitam, que protegem, que apoiam as suas mulheres mas que esperam o mesmo delas. Aqui esta um texto da margarida rebelo pinto que se chama Ainda há príncipes encantados.

"Não é preciso comprar todos os filmes da Disney nem esperar pelo do Dia dos Namorados para arranjar um, porque o Príncipe pode estar em qualquer lado. E está mesmo. É uma questão de fé.
É claro que não aparece sob um golpe de magia; nenhuma varinha de condão o consegue materializar; ele vai-se fabricando aos nossos olhos, construindo dia após dia a imagem da pessoa que sonhámos ver ao nosso lado.
A pessoa certa não é a mais brilhante e eloquente, a que nos escreve as mais belas cartas de amor, a que nos jura a paixão mais avassaladora ou nos diz que nunca se sentiu assim. Nem a que vem viver connosco ao fim de três semanas e planeia viagens idílicas a ilhas secretas perdidas no Pacífico.
A pessoa certa é aquela para quem também somos a pessoa certa. Tão simples quanto isto. Às vezes demasiado simples para as pessoas perceberem.
O que transforma um homem vulgar no nosso príncipe é ele querer ser o homem da nossa vida. E há alguns que ainda querem.
Podem parecer menos empenhados ou sinceros do que os antecessores, mas aquilo a que chamamos hesitação ou timidez talvez seja apenas uma forma de precaução para ter a certeza que não se vão enganar. Podem ser românticos ou pragmáticos, podem oferecer rosas, cd ou chocolates, mas têm sempre um gesto, uma atenção e nunca se atrasam, porque sabem sempre como mostrar o seu amor. Citando Shakespeare: «They do not love that do not show their love». E o amor foi feito para ser mostrado, dentro e fora da cama.
O príncipe Encantado é o homem que nos tapa os ombros com o lençol a meio da noite quando temos frio e se levanta às três da manhã para nos fazer um chá de limão quando ficamos doentes. É aquela pessoa que tem sempre tempo para os nossos problemas. Não é o que diz ‘amo-te’ vinte vezes por dia, mas o que sente que nos quer amar nos próximos 20 anos. É alguém que olha todos os dias para nós, mas que também olha por nós todos os dias. Que tem paciência para os meus, os teus, os nossos filhos e que ainda arranja um lugar na mesa para os filhos dos outros. Ele até pode só saber cozinhar o básico, mas faz os melhores ovos mexidos do mundo e vai à padaria num feriado. É um Príncipe porque governa um reino, porque sabe dar e partilhar, porque ajuda, apoia e nos faz sentir que somos mesmo importantes.
Depois de engolir alguns sapos, há que aprender a lição e perceber que o Príncipe pode estar ali mesmo, à nossa frente.
É só preciso deixá-lo ficar um dia atrás do outro... e se for mesmo ele, fica. De pedra e cal, para a vida, dê por onde der, aconteça o que acontecer."


Acredito que existem muitos homens que querem realmente ficar com voces, que querem tapar-vos com o lençol quando estiverem destapadas, que vem a correr quando voces precisam porque voces são importantes para eles e porque eles deram-vos a coisa mais importante que eles tem que é eles próprios, o amor deles.

Beijinhos

Pedro Ferreira

Poetic GIRL - BELA said...

Pedro, tens o dom de me deixar sem palavras.... bjs

Poetic GIRL - BELA said...

Cereja, é a realidade é bem diferente... mas nós tb não somos princesas não é? bjs

Zaahirah, eu adorei esse medley... tocou me mesmo

Spiral Out, adoro filmes lamechas... bjs

Carla, estou á espera da minha surpresa, bjs

Girl in the Clouds said...

Por um lado concordo contigo!Mas, também é verdade, que tenho 2 amigos, bons rapazes, fazem tudo por uma rapariga e estão solteiritos e têm dificuldade em arranjar namorada!! E são engraçados!!