Pages

Saturday, November 21, 2009

Ânfora de sonhos


Eu tenho as mãos vazias.
Vazias não.
Eu tenho em minhas mãos
A ânfora de sonhos que o destino me ofertou,
E vou derramando pelos caminhos da vida,
Um pouco de mim mesma,
Um pouco de minh’alma sonhadora,
Nestes meus versos humildes,
Que são as rosas defolhadas
Do meu coração.


Autoria Anita Ferreira de Maria

4 comments:

Girl in the Clouds said...

Poema bonito!
Bom fds.
Kiss

Pinkk Candy said...

Muito lindo!!! :-)

kiss

Anne said...

prenda para ti no meu blog :)

Anonymous said...

Olá Bela, muito bonito este poema que colocaste aqui. Realmente em cada dia que passa vamos lutando pelos nossos sonhos. No decorrer dos dias vamos desvendando o que nós somos, o melhor e o menos bom, vamos deixando o nosso rasto de uma forma muito genuína, proveniente directamente do coração.
Uma boa semana para ti.

Pedro Ferreira.