Pages

Thursday, January 28, 2010

um amor assim

"Um amor assim. Um amor que resiste ao passar dos anos, que sobrevive á rotina do dia - a- dia. Um amor assim que se constrói durante uma vida, um amor com mais de 50 anos. Ainda existem amores assim? Existem. Cada vez mais raros mas existem. Mas como tudo na vida tem um fim, mesmo um amor assim separa os intervenientes, principalmente quando um deles deixa de respirar. E como fica o outro? Habituado a uma presença que já não vai ter, habituado a segurar uma mão que já não vai sentir, habituado àquele beijo caloroso na face antes de dormir? Há amores assim, que nos enternecem o coração, faz-nos querer desejar que realmente as coisas não tivessem um fim, e que não tivesse que passar por esta perda agora nesta idade. Pergunto - me onde irá buscar o sentido da vida depois desta perda? A que se irá agarrar? o corpo não tem a energia de outrora, a mente oscila entre o que é real e o que é irreal. Neste em caso em específico irá se refugiar no escape das suas memórias, que se foram perdendo ao longo do tempo. Já não são tão lúcidas, tão conscientes. Mas a presença essa sempre a sentiu e agora quando ao olhar ao seu lado no sofá vai sentir a falta daquela mão que segurava a sua. A inconsciência do que se passa á sua volta poderá ser uma mais valia, mas e nos dias que estiver lúcida? Vai procurar o seu amor e não o vai ver. Irá compreender a dimensão do que a rodeia? Irá sentir essa perda? Será melhor assim, que as suas memórias lhe preguem partidas, protegendo-a de uma dor maior? A de continuar a viver sem a sua companhia de uma vida. E isso deve doer demais... Bela"

11 comments:

Loucuras de e por amor said...

Olá!
É muito bonito um amor assim, concordo contigo! Quando um parte não sei como se supera essa perda, deve ser como uma parte de nós que também morre!
Só mesmo agarrando-se às recordações, aos momentos felizes que viveram juntos!
Kisses

Anjo De Cor said...

Concordo ctg é bonito viver um amor assim, mas sabemos que um terá de partir primeiro essa fase deve ser sem dúvida dolorosa, mas é a lei da vida e nada podemos fazer para a mudar.
Beijinhos e bom fds*

Libelinha☆ said...

Ai que arrepio que me percorreu a espinha!... Já não me consigo ver sem o Gafanhoto!...

Beijinhos ;P

cantinhodacasa said...

Se se sofre numa relação que acaba, numa que se perde é indiscutível.

BEIJINHO

Petra Pink said...

Por isso que muitos idosos caiem em depressão.....
pelo facto de uma perda que a sua idade e força já não esteja preparada para gerir.

S* said...

Amores assim são demasiado preciosos.

Brown Eyes said...

Perder alguém que se ama é algo que nunca se consegue superar. Vive-se mas, falta algo. Tenta-se, volta-se a tentar, afinal sabemos o quanto é importante dar a volta por cima mas, nunca se esquece. Bela esta é uma situação que nos passa muitas vezes pela cabeça mas nunca acreditamos que possa acontecer, quando acontece derruba-nos completamente. Como dizes, é tão crua esta verdade que desejamos que estejamos a sonhar. Andamos muito tempo adormecidos, esperando que haja um milagre e que a pessoa volte. Penso que para não sofrermos tanto se calhar nunca chegamos a cair na realidade. Não será? Continuamos à espera. Beijinhos

Nuno Dias said...

Muito forte! Adorei ler este pequeno texto. ;)

Girl in the Clouds said...

Que lindo!!
Os meus bisavós foi um amor de muitos anos!!E, quando o meu bisavô morreu, a minha bisavó nunca mais foi a mesma!!

Poetic GIRL said...

Loucuras: É mesmo uma parte de nós que morre também. Resta vivermos dos bons momentos que vivemos... bjs

Anjo de cor: é infelizmente alguém será o primeiro a partir, mas para quem cá fica doi demais... bjs

Libelinha: não penses nisso, ainda está muito longe esse dia... eu falei num casamento de mais de 50 anos... ainda tens muitos ao lado do gafanhoto... bjs

Cantinho: é são coisas que marcam mesmo, bjs

Petra: pois receio que aconteça isso á senhora que falo no post... acho que não vai sobreviver a essa perda... bjs

S: eu ainda acredito em amores assim, bjs

Brown eyes: é ás vezes não caímos mesmo na realidade, fingimos que nos deixou, não dessa forma mas de outra... bjs

Nuno: Obrigada primo!

Girl in the clouds: Pois quando estão juntos até uma idade avançada, custa muito mais para quem cá fica,... bjs

Valquíria Vasconcelos said...

realmente... não há mesmo amores para sempre...

:(

Beijinho