Pages

Thursday, February 11, 2010

Viagem de comboio


"Há uma certa nostalgia latente nas viagens de comboio não acham? Deve ser aqueles momentos em que nos recostamos, estamos conscientes do que nos rodeia, mas o nosso pensamento esse voa, voa. Gosto de viajar de comboios. Sempre gostei. De todos os meios de transporte é aquele que mexe mais com os meus sentidos. Gosto de olhar pela janela, ver as paisagens se desenrolarem perante os meus olhos. Gosto de ver a azáfama das pessoas que entram e saem. Gosto de observar os passageiros que me rodeiam. Quer seja aquela criança mais rebelde, quer seja aquela senhora idosa que viaja sozinha, os estudantes sempre carregados com os livros, os casais que trocam beijos ternos. É bom podermos observar a vida, enquanto a mesma se desenrola perante os nossos olhos. Gosto do fervilhar de vozes, de gestos. Gosto de ver as pessoas que vão concentradas nas suas leituras, espreito sempre para ver o que lêem se me recorda palavras também já anteriormente lidas. Encontramos sempre alguém que está absorvido pelas mesmas palavras que nos seduziram a nós, depois pensamos que encontramos ali um ponto em comum. Já daria tema de conversa, se a viagem fosse mais longa, ou se nós não vivêssemos tão concentrados apenas no nosso mundo. Já viram o bom que era podermos sem reservas, sem receios de invadir o espaço alheio, partilhar assim um bocadinho do nosso tempo com alguém que nunca vimos antes? Gostava de fazer isso. Pergunto-me se o fizesse qual seria a receptividade do outro lado, alguns iriam achar um abuso claro, mas com certeza encontraria alguém que gostasse apenas de trocar meia dúzia de palavras comigo, partilhar gostos, partilhar aqueles momentos, em que somos todos estranhos confinados a um espaço comum. É bonito viajar de comboio. Muitas vezes nessas viagens imagino histórias, invento personagens, traço histórias que se poderiam desenrolar ali mesmo naquele espaço. Histórias felizes, histórias tristes, no fundo histórias iguais a tantas vidas com que nos cruzamos diariamente. Sim o comboio é um lugar ideal para traçarmos histórias que terão sempre um desfecho diferente da nossa, ou talvez não... Bela"

6 comments:

Brown Eyes said...

Bela eu prefiro andar de autocarro, hábitos. Já fiz conhecimentos por lá. Houve uma altura da minha vida que andava com frequência e comecei a conhecer pessoas que tinha o mesmo hábito e, claro, acabamos por travar conhecimento. A viagem não custa tanto a passar, nem damos conta do tempo. Beijinhos

Eva Gonçalves said...

:) Eu adoro andar de comboio! E também fantasio sobre os ocupantes... já tenho falado com vários, principalmente estrangeiros, mas muitas vezes, a propósito de nada, começa-se uma conversa... já conheci quem iniciasse assim um romance :) Também acho os comboios românticos... principalmente em trajectos como meu, em que se passa por muita verdura e o rio... em dias de sol...é linda a viagem. Beijinhos

cantinhodacasa said...

Eu viajei durante dois anos cerca de uma a duas vezes por mês.
Nada de especial aconteceu, mas a minha imaginação fluía...
Pensa o que quiseres.
Estou inteiramente de acordo.
Provavelmente dava para escrever um livro.
Beijinho

Helga said...

Sim, as viagens de comboio são muito inspiradoras. Durante um determinado período da minha vida, usei o comboio diariamente. Tinha sempre uma história para contar, fora aquelas que a minha mente construía nas 5 estações que me separavam do meu destino.

Girl in the Clouds said...

Quando estudava em Coimbra vinha a casa ao fim-de-semana e utilizava o comboio!! kiss

Nuno Dias said...

Realmente, tocaste num ponto que acho que é comum a muitos. Nunca tinha visto por esse ponto de vista, mas realmente andar de comboio torna-se muito mais nostálgico que outro transporte público. :D