Pages

Friday, March 19, 2010

A Princesa e o Sapo


Roubado daqui

JUST BE CAREFUL WITH WHAT YOU WISH

"Não resisti a colocar estas imagens. Mas a verdade é que realmente temos que ter muito cuidado com o desejamos, porque podemos estar a pedir algo e o que nos calhar ser o contrário do que pedimos. Por isso nesta vida não nos podemos contentar com o que nos calha, mas sim com o que realmente procuramos e fazemos acontecer. Bom fim de semana a todos. Bela"


Era para ter feito um post sobre o dia do Pai. Mas hoje estou parca de palavras em relação a esse assunto. Continuo a sentir falta do meu, muita. Precisava mesmo de me sentir protegida no colinho do meu pai.
Em jeito de homenagem fica aqui um texto que lhe escrevi há algum tempo.



19 de Outubro de 2009

"I have lost my father when I was 19 years old. Until that age I never have thought about death. I always had the feeling that my parents would only die when they were very old. I have never conceived the idea that one of them was not going to see me grow, to see me change from a girl to a woman. Life can be hard sometimes. We are never ready to face something like death. That moment in my life has changed me forever. You may not believe me, but I guess that it has changed me for better. Since the moment death takes someone from you, you face life with other meaning. Sometimes with anger, sometimes with sorrow, even in your most happy moments you are a different person. I have changed. Changed in so many ways. I was full of dreams that I had to postpone because I had then other commitments, for instance, with my mother, my sister that was only 12 years old. I guess that since that day I feel that I have been baring the weight of the world in my shoulders. It is not easy to be the one to be put in the front line, the one to face everything that has been appearing in our life. It has been almost 15 years. 15 years without his smile, without the sound of his voice... it is too much time. There are days when your pain is unbereable, days when you miss him so much that you feel your heart bleeding. On the other hand, there are those days when you remember the sweetest moments together, and in those days you feel a courage to face everything and keep fighting. A day like today.... Bela"



14 comments:

Brown Eyes said...

Bela quanto ao dia do Pai nós compreendemos a dificuldade que sentes. Desejo-te um bom fim de semana. Beijinho grande e um abração

Libelinha☆ said...

Nem me lembrava que hoje era Dia do Pai!... Se calhar não quero mesmo lembrar... Não quero lembrar que ele não está cá!...

Beijinhos ;P

izzie said...

:)

A primeira situação... vivia e "paguei" por ela.
Agora peço (sempre, claro! sou uma sonhadora...) mas objectivamente, penso nas palavras do desejo.

Quanto ao segundo caso... pedi o meu avô... o meu segundo pai aos 18 anos... no ano que até aí estava a ser perfeito.
Doi. Saudade. Não há carinho, amor, orgulho igual. Mas é nosso, fica em nós, é parte de nós.

Beijinho grande,

Olhos Dourados said...

Vou desejar ver esse filme. Eu gosto de bonecada! lol

Cinderela said...

O teu texto tocou-me de uma forma muito particular. Lamento a tua perda, do fundo do coração.
Quanto ao Meu Pé de Laranja Lima, aconselho vivamente. Foi dos melhores livros que já li.
Beijinho e bom fds!***

Ana said...

Bonito texto este:-)

Nesteas alturas, o importante é mesmo recordar os momentos mais doces e felizes. É assim que nos devemos lembrar sempre de quem nos é querido.

beijinho

Gi said...

Oi bela, adoro passar por aqui e desde muito tempo que venho fazendo isso. A primeira vez foi totalmente sem querer e em pouco tempo me vi viciada. Suas palavras são fonte de inspiração e passar pelo blog é algo como tomar banho ou escovar os dentes (tenho que fazer todos os dias para me sentir completa). Parabéns!!!!

beijo, beijo, beijo
gi.

Helga said...

Bela, neste dia visivelmente difícil e de muita saudade, aqui fica um beijinho muito grande e um abraço apertadinho... :)

Segredo Cor de Rosa said...

Lamento muito a tua perda.
Sem dúvida que a morte é o maior abalo que a vida tem para nos dar.
Muitas vezes só assim ganhamos consciência para simples coisas, que nos passavam ao lado.
Deixo-te um beijinho, e o teu papá, onde quer que esteja, orgulha-se de ti ao ler este texto que lhe escreveste.
Bom fim de semana.

Poetic GIRL said...

Brown Eyes: esse abracinho chegou cá... obrigada!

Libelinha: Desculpa ter-te feito lembrar. Sorry. Esta dor afinal não é só minha mesmo... beijocas

Izzie: Também continuo sonhadora, mas agora tento sonhar com os pés no chão. È que completamente nas nuvens a queda é maior. A dor de perder um avô, principalmente quando nos é muito chegado é muito forte mesmo. bjs

Olhos dourados: Também gosto... vai estrear o Shrek também! bjs

Cinderela: Não é uma perda recente, mas doi nas mesma. Sim vou ler esse livro, já está aqui tomado nota... beijocas

Ana: Sim os bons momentos reconfortam-nos a alma... beijinhos

Gi: Obrigada pelas tuas palavras. É reconfortante saber que alguém gosta das mesmas, se inspira, questiona até. Serás sempre bem vinda! beijinhos

Helga: Obrigada pelo beijinho e pelo abraço. Do fundo do coração...bjs

Segredo Cor de rosa: É a morte abala mesmo. obrigada pelas palavras. Bom fim de semana, bjs

S* said...

Esse teu texto é muito bonito. Concordo em absoluto que a morte magoa, dói, corrói... mas faz-nos valorizar de forma diferente a vida.

feliz dia!

Girl in the Clouds said...

O teu pai está sempre presente.

Quero ver a princesa e o sapo, deve ser giro!!

Poetic GIRL said...

S*; Obrigada. Sim valorizamos muito mais a vida acredita. bjs

Girl in the clouds: Sim está em todos os minutos, todas as horas. Sinto isso. Também adorava ver o filme! bjs

Su said...

Também perdi o meu e sei o que sentes...
é um texto sentido e eu sentio cada palavra... a morte é injusta... eu, ainda hoje tento encontrar respostas... ainda hoje me questiono "porquê?!"...
mas não encontro respostas... :S


Beijinho *.*