Pages

Sunday, June 27, 2010

Deixar ir....

imagem daqui

"Por vezes amar alguém é também deixá-la ir. Uma parte de nós vai com ela, mas outra fica. A parte que fica é aquela que é pincelada de cores, de sentimentos que não precisam de ser vistos para serem sentidos. A gente não esquece, pode parecer que sim, mas há coisas que nos ficam gravadas na alma, como se tivessem sido esculpidas em nós. As pessoas vão, mas os sentimentos esses ficam. Bela"

23 comments:

Juky said...

Olá! O meu blog agora chama-se Despenteada Mental... :)

Juky said...

Eu amo, mas não quero deixá-lo ir... não é fácil...

Juliana Lira said...

Deixamos ir a pessoa e ela nos deixa a saudade...
E nós seguimos com um vazio no peito, exatamente do tamanho daquele alguém.

Mas as vezes é melhor deixar ir...

Milhões de beijos

marcelo said...

Vc tem razão....mas dói pra caramba...bjs

Robin K said...

Cá dentro....
Nunca a deixei ir.

anf said...

Eu concordo ctg, amar é deixar ir,
amor que acha que não pode deixar ir para mim é obsessão, bem diferente de amor,
bjo

Libelinha☆ said...

Eu não conseguiria deixa-lo ir... Sou demasiado egoísta!...

Beijinhos ;P

Olga said...

Mas só vale a pena amar quando se é amado de volta e quando se abre o coração logo aparece outro amor para tornar a nossa vida cheia de alegria. Não te prendas a quem não quer estar preso a ti. Beijinhos.

Anjo De Cor said...

é verdade, e o maior exemplo deste tipo de amor é o amor de mãe ou de pai... que muitas vezes tem de dar librdade e deixar ir contra à vontade....
Beijinhos*

Pérola Negra said...

O amor de muitas pessoas é invejoso, chega a ser muito ciumento, mesmo obsessivo. Deixar ir quem se ama é um acto de coragem... Mas é um acto para poucos.
Quando alguém vai embora devemos ficar apenas com as boas recordações e com os sentimentos que nos permitam seguir em frente.Não devemos ficar presos ao passado. Por isso olhos postos no futuro!:)

pinguim said...

Sim, nalguns casos especiais, como no caso doa mor dos pais pelos filhos, isso funciona.
Mas no caso do amor com a pessoa única que é o objecto do nosso amor e o retribui, penso que não será bem assim...

Poetic GIRL said...

Juky: Já adicionei o teu novo endereço! Não é fácil deixar ir, mas às vezes é o único remédio! bjs

Poetic GIRL said...

Juliana: Ás vezes é a única solução, quando não a podemos ter, temos que deixar ir, por mais que nos custe. Eu já deixei ir... bjs

Poetic GIRL said...

Marcelo: Sim dói... mas depois vai doendo cada vez menos e ficam as doces recordações... bjs

Poetic GIRL said...

Robin: Cá dentro ficam sempre, gravados na nossa alma... bjs

Poetic GIRL said...

ANF: o amor deverá ser sempre livre, só assim é amor, não pode ser preso, nem castrado! bjs

Poetic GIRL said...

Libelinha: Se ele quisesse ir, se as coisas não fizessem mais sentido, irias ver que ias deixar ir... bjs

Poetic GIRL said...

Olga: Sim isso é verdade, prender só a quem se prende a nós... bjs

Poetic GIRL said...

Anjo de cor: É o exemplo ideal o que deste! bjs

Poetic GIRL said...

Perola: Sim o passado limita-nos mas por vezes não conseguimos esquecer... bjs

Poetic GIRL said...

Pinguim: Eu refiro-me quando a pessoa deixa de gostar de nós, devemos deixá-la ir e não prendê-los a nós... bjs

Cinderela said...

É a parte mais difícil, o deixar ir...

Libelinha☆ said...

Sim... Dessa maneira deixava-o ir de certeza... Pois não posso obrigar ninguém a estar comigo se não é isso que quer!...

Beijinhos ;P