Pages

Wednesday, June 9, 2010

Minutos


imagem daqui

"Não me peçam segundos, minutos apenas. Não sou mulher de efémeros minutos trocados à pressa num lugar qualquer. Não prezo os olhares por cima do ombro, não prezo o olhar constante para as horas, não prezo o constante mexer no telemóvel. Não sou pessoa de ficar com "os restos", quem está comigo, está no todo, está em pleno ou não está de todo. Por isso se for para me dispensar apenas momentos fugídios, repletos de pressa e desatenção, mais vale não me procurar de todo.
Fui brindada à nascença com esta maneira de me dar no todo, logo, exijo receber na mesma proporção. Não gosto de saídas com os minutos contados, não gosto que me dispensem apenas fragmentos de tempo quando mereço muito mais, quando dou muito mais. O tempo esse parece que nos foge por entre os dedos, mas isso não é com certeza desculpa para dispensarmos apenas "migalhas" a quem queremos bem. Recuso-me a ter porções diminutas de tempo, porções limitadas de momentos, fugazes. Prescindo dos olhares por cima dos ombros, como se estivessem à procura da saída mais próxima.
Quero a intemporalidade dos momentos alienada à proximidade dos momentos partilhados, sem pressas, sem receios, sempre espontâneos." Bela

P.S. Não se esqueçam do desafio que lancei neste post
TEMA: Poesia
Prazo das participações: Todo o mês de Junho
Enviar para : justmepoeticgirl@gmail.com
Resultados serão anunciados a 17 de Julho

17 comments:

Robin K said...

Acredita...
Entendo perfeitamente.

pinguim said...

Eu também nunca gostei de olhares e "atenções" em part time"....

geek in the pink said...

Como te compreendo... apesar de saber que o tempo parece nunca chegar para tudo, o olhar constante para o relógio parece que nos diminui. O que nós queremos é que quem está ao nosso lado esqueças as horas, não é? :)
beijinhos grandes

S* said...

Gosto de tudo a que tenho direito... não fico contente com esmolas de tempo.

Ava said...

Concordo com as tuas palavras Bela, e deves receber por inteiro. Quem se contenta com migalhas nunca chega a ser alguém inteiro.

Beijinhos doces, Ava.

anf said...

Não podemos deixar que nos tornem por segundos, quando estão à minha beira tem de ser comigo que querem estar,
beijo

Deia said...

Amei, minha querida. Como amo sempre o que escreves. Não comento com muita frequencia, mas sempre venho por cá, ler o que escreves. Irei participar no passatempo, ainda não sei de que maneira, mas é nestes momentos de despedidas e de pedaços de mim, que preciso realmente de escrever e de dizer o que sinto:D

Poetic GIRL said...

Robin: Beijocas

Poetic GIRL said...

Pinguim: É o pior que me podem fazer! bjs

Poetic GIRL said...

Geek in the Pink: É isso mesmo, queremos que estejam conosco em pleno e não pela metade, quer sejam amigos, familiares ou outra coisa qualquer... bjs

Poetic GIRL said...

S*: E devemos exigir isso mesmo, tudo a que temos direito! bjs

Poetic GIRL said...

Ava: Eu quero receber na proporção a que me dou, é justo não é? bjs

Poetic GIRL said...

ANF: É isso tudo... bjs

Poetic GIRL said...

Deia: escrever faz bem, limpa a alma, coloca o que sentes em formato escrito, vais ver que o desabafo te irá fazer bem... qualquer coisa o meu email está aí do lado, é só dizer! bjs

Anne said...

não substimes o poder de um segundo na vida... ;) mas é claro que sabe sempre bem prolongar os nossos momentos de prazer e lazer o máximo possível!!! :P

lindo texto... andas inspirada... :)

Girl in the Clouds said...

Também gosto full time!! Não gosto de migalhas!!

Poetic GIRL said...

Anne: Eu não subestimo querida, pelo contrário, mas detesto que me deiam as coisas a correr, como se não me sentisse bem- vinda entendes? bjs

Girl in the clouds: É isso tudo! bjs