Pages

Friday, July 2, 2010

Constatação



"No regresso a casa, tendo como companhia apenas a solidão da noite meu coração se sentiu esmagado. A lágrima que me obriguei a conter, rolava livre. Não rolou de tristeza, rolou de conformismo, de constatação de que há certas coisas que à priori me estarão vedadas. Se poderia alterar isso? Podia. Mas o tempo esse é o meu maior inimigo, contro ele nada posso, apensas o sinto pesar-me cada vez mais. E depois do tempo passar por nós não conseguimos voltar atrás. Não se segura o tempo, se pudesse agarrava-o, fechava-o a sete chaves. Mas não posso, por isso deixo rolar as lágrimas do conformismo, da constatação que começa a ser tarde demais... para mim. Bela"

25 comments:

Puzz said...

nunca é tarde demais!

Fê-blue bird said...

Confesso que hoje também me sinto assim, talvez seja porque o céu está cinzento, talvez seja porque também é tarde para mim.
Beijinhos

anf said...

O tempo esse faz-nos crescer, há sempre mais oportunidades, muitas vezes agarramo-nos demasiado às que não aproveita-mos como se fossem únicas,
nunca é tarde,
bjo

geek in the pink said...

Em sintonia de facto... Talvez o segredo seja pensarmos no que vivemos, e no que ainda vamos viver, e não naquilo que nos passou ao lado.
Beijocas

Brown Eyes said...

Bela como já te disseram nunca é tarde demais para se ser feliz. Nós queremos muitas vezes demais e a felicidade está no aceitarmos a vida que temos. Vi, há pouco tempo um vídeo de um senhor com problemas físicos graves que não deixou que esse problema o paralizasse. Fazia desporto, resumindo, vivia mais que muitos de nós. Há que nos aceitarmos e aceitarmos a vida que temos. Quantas vezes achamos que só um amor nos poderá fazer felizes e quando o encontramos vemos que, afinal, continuamos infelizes ou, ainda, mais infelizes? Encontrarás a tua felicidade quando ela depender só de ti, não de terceiros. Beijinhos

Izzie said...

o tempo é um malvado =)

Olga said...

Devemos viver a vida ao segundo, como de não existisse amanhã. Devemos sacudir a água do capote e seguir em frente, sempre em frente. Para terminar faz o que eu digo, não faças o que eu faço. Beijinhos.

Patty said...

Nunca é tarde para mudar e para fazermos aquilo que queremos.
Bjocas
Patty

Libelinha☆ said...

Nunca é tarde... Acredita!... Enquanto viveres terás tempo para tudo!...

Beijinhos ;P

Ronilson said...

Senti um grande contraste quando li e vi sua foto no perfil em um belíssimo bosque lusitano que alias me remeteu automaticamente a uma musica de Andreas Vollenweider chamada: Behind the gardens-behind the wall-under the tree ...

pinguim said...

Nunca é tarde demais...
E posso provar-te isso com a minha vida pessoal.

Girl in the Clouds said...

O tempo anda muito depressa, mas nunca é tarde!!E, temos que o aproveitar bem!!

Poetic GIRL said...

Puzz: Será que não é? beijoca

Poetic GIRL said...

Fê: Há dias que acordámos assim, vemos tudo cinzento! bjs

Poetic GIRL said...

ANF: Eu repito isso para mim todos os dias, mas o peso do tempo esse é terrível! bjs

Poetic GIRL said...

Geek in the Pink: E se o que fica para trás são sonhos de uma vida? Sonhos que vemos na vida dos outros e não na nossa? bjs

Poetic GIRL said...

Brown Eyes: Obrigada pelas palavras. Este blog e eu estavamos mesmo com saudades das tuas palavras sempre tão sábias. bjs

Poetic GIRL said...

Izzie: Pois é, passa e não volta. bjs

Poetic GIRL said...

Olga: Vou tentar me lembrar desse provérbio... bjs

Poetic GIRL said...

Patty: Quero mesmo acreditar nisso! bjs

Poetic GIRL said...

Libelinha: Obrigada querida pelo ânimo! bjs

Poetic GIRL said...

Ronilson: Bem vindo a este cantinho. Obrigada pelas tuas palavras. bjs

Poetic GIRL said...

Pinguim: Sim sei que a tua vida tem sido em pleno e quero acreditar que possa viver o mesmo! bjs

Poetic GIRL said...

Girl in the clouds: Pois o segredo está em aproveitar bem. bjs

Puzz said...

não.. nunca é tarde... e é nisso que tenho de acreditar... sempre com esperança que a vida se cruze com a felicidade... ;)