Pages

Monday, July 26, 2010

Exibicionismo



"Não gosto de homens que nos tentam impressionar exibindo que têm, que fazem questão de nos dizer o quanto gastaram num bem. Num momento de exibicionismo conseguem fazer-me sentir repulsa. Meninos, eu não estou interessada em saber que carro têm, ou quanto gastaram nele.
Se me falarem nas coisas que gostam de fazer, na música que ouvem, no último livro que leram, no filme que mais gostaram têm toda a minha atenção. Agora conversas para cima de mim, sobre o carro todo xpto que compraram que custou para cima de 50 mil euros, que tiveram que deixar estacionado longe, com medo que lhe acontecesse alguma coisa, não esperem que a partir desse momento eu esteja interessada na vossa conversa.
Que mania de julgarem que as mulheres se impressionam pela marca/modelo de carro que têm. Para mim é preciso muito mais que um carro para eu sequer olhar para um homem duas vezes. Quando se convencem que um carro é apenas um carro, um objecto, uma coisa que tem apenas um propósito de nos transportar de um lado para o outro. Parem de exibir o carro como sinal de masculinidade. É que se é isso que pretendem, tem o efeito contrário, pelo menos comigo." Bela

P.S. adoro as coisas simples da vida

20 comments:

Gato das Botas said...

Acontece exactamente o mesmo comigo: quando alguém me começa a falar de carros e afins mando-o ir estacionar noutro lado hehehe

Robin K said...

Acho que no fundo, tudo se resume à mistura explosiva de dois factores: Falta de verdadeiros valores e uma mão cheia de insegurança. Por isso essas pessoas precisam dessa muleta para se sentirem mais "apetecíveis".

anf said...

AS coisas simples da vida são as mais importantes,
bjo

Robin K said...

É verdade!!! Como correu a tal prova de fogo?
Estiveste calminha? A dica ajudou :-)

Brown Eyes said...

Penso como tu Bela mas, quando vierem comessa conversa pergunta-lhes se o carro está pago? É que andam muitos para aí a armarem-se e o carro foi comprado por leasing e companhia limitada. Prefiro a simplicidade, na aparência, e a grandeza de alma. Beijinhos

Gi said...

Eu e meu fusquinha amarelo assinamos embaixo.
beijo!

pinguim said...

Não és a única a pensar assim, embora o mundo esteja cheio de gabarolas...

Petra Pink said...

podes crer!
é irritante e desmotivante!
parecem caixas vazias que tentam mas não conseguem quaisquer crédito seja a que nivel for!
quem se vale do dinheiro que tem e do que gasta, é porque lhe falta muito em carácter. bjoooo

Poetic GIRL said...

Gato das Botas: Foi o que fiz, literalmente! beijocas

Poetic GIRL said...

Robin: Acredita que foi mesmo um corta interesse, tipo estavamos a falar de um tema totalmente diferente. Mas ele teve que arranjar forma de me dizer que carro tinha e quanto custou... lol... beijocas

Poetic GIRL said...

ANF: Sem dúvida! bjs

Poetic GIRL said...

Robin: Ajudou sim, na hora H lembrei-me de ti, já viste quanta honra? assim que possível mostro o video, bjs

Poetic GIRL said...

Brown Eyes: Mas cada vez vivem mais dessas aparências e esquecem-se do que realmente importa. bjs

Poetic GIRL said...

Gi: Amarelo? Oh deve ser tão fofo! o meu é pretinho, anda sempre sujo... bjs

Poetic GIRL said...

Pinguim: É mesmo isso cheio de gabarolas... bjs

Poetic GIRL said...

Petra: Falta-lhes mesmo caracer acredita... para mim não dá! bjs

Maria said...

Carro e telemóvel topo de gama a condizer com o carro, é o que há por aí.
Pois eu não dou a menor importância aos carros. Muito menos se o homem só me fala disso, o que nunca me aconteceu, é um facto.
O meu tem 11 anos e anda aqui. E,mesmo que tivesse dinheiro para um novo, ia para uma marca económica.
Eles pensam, e elas também, que conquistam uma mulher/homem com a máquina que tem "na mão".

Beijinho

Girl in the Clouds said...

Também não gosto nada!!

Olga said...

Acho que podemos formar um clube.

Miguel said...

Isso és tu...

E as outras?

LOL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!