Pages

Friday, July 9, 2010

Nas minhas mãos

 imagem corbis

"Peguei nele com cuidado. Maltratado e ferido, tal era o estado em que se encontrava. Com cuidado para não o magoar, desinfectei-lhe as feridas. Algumas eram feias e profundas. Havia algumas bem antigas, outras notavam-se ser recentes. Preocupou-me as mais recentes, pois ainda estavam frescas, ainda se notava que estavam expostas. Eram as que lhe doíam mais. Peguei nele nas minhas mãos, amparei-o. Falei com ele, expliquei-lhe que era inevitável as dores que sentia, que iria minimizar a sua dor o melhor possível. Parecia pequeno e frágil por fora. Mas por dentro eu sabia-o ser grande e forte. Apesar da facilidade com que abria feridas, não tinha noção por vezes da sua capacidade de se regenerar. Seus batimentos eram pausados, quase inaudíveis. Parei para escutar. Acariciei-o com gestos delicados, a sua fragilidade, a sua mágoa ali latente. Tentava ocultar a sua dor,  apesar da aparente jovialidade, se os outros olhassem bem para o fundo do seu ser veriam a mágoa que o consumia, que o desgastava. Fiquei ali com ele nas minhas mãos. Ainda o seguro nas minhas mãos:  o meu Coração " Bela

10 comments:

Robin K said...

Deixa que alguém te ajude a cuidar dele.... mas acima de tudo....dá-lhe todo o carinho do mundo.

Adorei este teu texto

Pérola Negra said...

Segura-o bem minha querida, segura o bem! E nunca deixes que o tratem mal... Deixa estar aí dentro apenas quem merece. Deixa aproximar-se dele apenas quem reconhecer o seu valor. Deixa entrar nele apenas as coisas boas. Mas também não o apertes demasiado com medo, deixa-o bater com força! O mais importante és tu, é ele! Belo texto Bela! =)

Cinderela said...

Um dia ele há-de voltar a bater saudável dentro do teu peito, tenho a certeza!

Beijo enorme, minha querida!

Patty said...

:(
Não gosto de ver esse coração doente.
Um dia ,não muito longínquo, ele vai ficar curado para sempre.
Bjocas
Patty

S* said...

Tens de o segurar bem... podes permitir que alguém o segure ao mesmo tempo que tu, nunca que to roubem.

pinguim said...

Se toda a gente tratasse assim o seu coração, das variadas feridas que vai padecendo, a vida seria decerto mais fácil.

Brasil Desnudo said...

Olá Querida!!

Contadora de história ou não, com certeza uma sentimetal Mulher vc é...
De Belos contos e, sentimos maracado a fogo e ferro na carne, mas também que refLete ao Coração, toda sua sensibilidade do seu Ser...

Lindo, muito Lindo!!!...

Meus parabéns

MARCIO RJ

Su said...

Segura-o... deixa que alguém cuide dele contigo... para não teres de o fazer sozinha...

Adorei o texto querida *.*

Beijinho *.*

Emma Bovary said...

Este texto traz-me imagens tão familiares. Ainda que lemos por aí coisas que julgávamos só cá dentro, sabe bem...

caminhante said...

ama-te...

[e vais ver que o teu coração voltará a bater forte]

um beijinho grande no teu coração