Pages

Tuesday, September 14, 2010

Doçura



"A Maria no post abaixo deixou -me um comentário em que me dizia que eu sou uma mulher doce. Acho que doçura já a tive em maior proporção.
Tem dias que de doce não tenho nada. Eu queria voltar a ter aquela doçura que ficou perdida algures lá no passado, se me fosse possível iria resgatar a minha doçura perdida. 
Mas a verdade é que não é só a Maria a dizer-me isso, será que consigo transmitir ainda essa doçura mesmo que por vezes não a sinta?Bela"

16 comments:

Brown Eyes said...

Consegues. Não te disse que és uma menina linda? Linda para mim é doce, meiga, sentimental, carinhosa...Tens tantos adjectivos. Só há uma coisa que tens que fazer? Esquecer esses espinhos e viver o presente. Bela o facto de teres entrado para a universidade via permitir-te conheceres mais gente, esquecer e quem sabe conhecer aquele MAIS QUE TUDO. Beijinhos

Meio Cheio said...

Uma pessoa doce nunca deixa de o ser...o que acontece é perder a capacidade de ver essa qualidade em si...com os anos começa a focar-se em mais aspectos e pormenores à sua volta e esquece-se de se lembrar da sua essencia...e a tua...sim...é doce ^^

Beijinho*

Robin K said...

Não sei como eras antes e sei que a vida nos consegue arrancar essa doçura.

No entanto, posso-te garantir uma coisa. Podes ter os teus momentos de amargura, mas és uma pessoa doce e carinhosa.

Sente-se isso com facilidade.

Fê-blue bird said...

A doçura nunca se perde, às vezes dilui-se nas lágrimas, mas basta um sorriso para a renovar.

Beijinhos e aproveita a vida!

izzie said...

Já falamos sobre isso, numa das nossas tardes...
E sabes que é mais uma volta da vida que nos liga...

Beijinho,

Libelinha☆ said...

Consegues sim... E transmites muito mais que doçura!...

Beijinhos ;P

S* said...

Eu acho que és apaixonada e isso nota-se muito na escrita.

Petra Pink said...

oh minha fofa... tu és mais doce e fofa que um daqueles bolos de chocolate com recheio de mousse que costumo fazer nas tardes de inverno.
mais doce que um café com natas e chocolate, és um verdadeiro torrão de açucar!
Já te disse que gostava de ti, e de falar contigo no msn!!!!! bjooooooo enorme

Gi said...

És doce sim tenho certeza. Sinto sua doce presença, cá do outro lado do oceano e ela adoça os dias em que me sinto triste.

Paula said...

Acho que todos nós perdemos muito com o crescimento, mas há coisas que são inatas em nós... e tu és DOCE SIM!

Poetic GIRL said...

A todos: Assim fico sem graça, oh se fico. Tenho os melhores leitores de toda a blogosfera... bjs

Maria said...

Bela, a doçura está dentro de cada um de nós. És doce mas tuas atitudes e vê-se no teu jeito de escrever.
Tens sensibilidade.
Á medida que os anos passam vamos amadurecendo, conhecendo melhor quem nos rodeia. Isso torna-nos, por vezes, mais cautelosas. Isso não significa que a doçura diminua.
Garanto-te que, na tue idade eu era um doce, quase uma palerna em fazer o bem.
Não significa que me tornasse amarga, não,pelo contrário.
O que quero dizer é quem no teu caso, com algumas amarguras que poderias ter tido, ficas mais reservada e sentes que tens outro modo de agir com as pessoas. Mas és doce. Isso vê-se nos gestos, no que escreves, porque o que dizes às pessoas, é dito com muita prudência.
Não fiques preocupada.És doce.
Sabes? Sempre que entro neste teu cantinho, fico encantada com a ternura das imagens e da escrita. Queres melhor prova para mostrar o quanto tens dentro de ti.
Não sei, e não quero criar ilusões, as pressinto que a entrada para a Universidade vai mudar a tua vida.
Espero que conheças alguém que te dê o que mereces. Encontrado, não te feches. Vive a vida.
Um dia vamos tomar café e conversar.
Beijinho

guida said...

Consegues pois. Há coisas que as pessoas conseguem ver mais do que nós mesmos. ;)

Marii' said...

Todos nós passamos por situações que nos tornam mais "amargos".
Mas não te preocupes, porque a doçura não deixa de existir, só vai é filtrando a quem se mostra.

Um beijinho (:

caminhante said...

mesmo que não a sintas, a doçura está sempre no teu coração. eu sei disso e, pelos vistos, não sou a única...

caminhante said...

mesmo que não a sintas, a doçura está sempre no teu coração. eu sei disso e, pelos vistos, não sou a única...