Pages

Thursday, September 23, 2010

True


"Sinceramente não sei que dói mais, se ter que partir ou ser-se aquele que fica para trás. Nunca vivi o papel da partida, vivi sempre o de ver partir. E custa. 
O ideal era que as separações nem existissem, as correntes não se quebrassem, os elos se perdessem. 
Dizem que por vezes saímos fortificados, dizem que as coisas no final terão outro sabor. Mas nós que sabemos o quanto custa uma separação, será que isso nos consola? Que nos alivia o peso da alma?

Num mundo ideal aboliria as separações. As físicas, as emocionais, as intencionais, as casuais. Todas. Mas um mundo ideal não existe, existe apenas este romper de laços. Este volte-face das emoções.
Num mundo ideal, no meu mundo ideal, teria sempre "as minhas pessoas" ao meu lado. " Bela

12 comments:

Maria said...

Quem não queria?!
Pelo menos as pessoas humildes e sensatas.
Beijinho

Paula said...

O "quebrar" algo faz parte da vida... é a dinâmica que a vida tem, senão seria muito monótona.
É como a dor, até mesmo este tipo de dor que aqui falas (a da separação)... faz parte. Ensina-nos que na vida nada é certo e que temos de dar valor ao que temos, mesmo que um dia se vá!

Beijocas doces***

Brown Eyes said...

Bela como dizes não existe esse mundo com que tu, nós sonhamos, por isso há partidas, temporárias ou definitivas. Mas como nada é por acaso, tudo tem um fim, basta aguardares e veres qual foi a parte boa da partida. Beijinhos

Poetic GIRL said...

Maria: Pena não podermos não é? bjs

Poetic GIRL said...

Paula: Há lições dificieis de aprendermos não é? bjs

Poetic GIRL said...

Brown Eyes: Sim às vezes as partidas têm o seu lado bom! bjs

Gi said...

Em um mundo ideal, não existiria saudade...

Pérola Negra said...

Partir custa muito, mas ficar... Ficar é viver nos sítios onde partilhamos momentos com essa pessoa, estar nos mesmos lugares, mas agora sozinhos. Custa mesmo muito. Não gosto nada de separações. Se pudesse vivia coladinha às pessoas que gosto! E separações, só mesmo quando houvesse necessidade e por pouco tempo! :)
Beijinhos

Poetic GIRL said...

Gi: sem dúvida não existiria! bjs

Poetic GIRL said...

Pérola: Detesto separações! bjs

pinguim said...

Como isto se adequa ao meu estado de espírito actual.
Apesar de custar ambas as situações, e por já ter vivido ambas, tantas vezes, acho que custa muito mais ver partir...

caminhante said...

partidas... nunca definitivas. porque quem parte deixa um pouco de si no nosso coração. e se amamos quem partiu, estaremos sempre com ele.