Pages

Thursday, February 17, 2011

Ópera

Rigoletto - Ópera Nacional Moldávia 

"Ontem a noite pediu uma ida à Ópera. E eu prontamente acedi, bem acompanhada pela minha mãe que apenas dizia estar a realizar um sonho da vida dela. Engraçado as reservas que tinha em relação ao custo dos bilhetes dissiparam-se por completo ao ver o seu sorriso de felicidade, semelhante a uma criança que recebe o seu doce favorito. E eu fiquei feliz por vê-la feliz, e às vezes é tão fácil fazermos os outros felizes. Basta estarmos atentos aos sinais deles, e eu ontem sem querer realizei um sonho de vida à minha mãe. E como me sinto hoje? Completamente em paz.... Bela"

P.S. O espetáculo é fabuloso, de uma qualidade impressionante! Aconselho a quem puder ver. A companhia hoje vai estar em Leiria, depois segue Coimbra (18 Fev) e por fim Lisboa (19 Fev).

10 comments:

BS of Life said...

:) Nunca vi Opera. Fiquei curiosa.

Pérola Negra said...

Ver a felicidade das pessoas que amamos é o melhor dos espectáculos!
Só podias estar a sentir-te assim.
A Ópera é um mundo fantástico! Falta-me ver esse mundo ao vivo.
Beijinhos

anf said...

ainda bem que gostaram, e sim deves sentir-te bem sempre que realizas um sonho de alguem, neste caso a tua mãe.
bjo

Meio Cheio said...

Por acaso andava a pensar ir ver quando viesse a lisboa...bom saber um feedback positivo =D. E ainda bem que hoje estão as duas bem e de sorriso leve encima!
Beijo*

Manuela said...

Querida Bela, a sensação de fazer alguém feliz, deixa-nos no céu, verdade?
Beijinhos :)

Petra Pink said...

é sempre maravilhoso realizar os sonhos de alguém que amamos.
E nem sempre é difícil!

Brown Eyes said...

Adoro sentir o carinho com que falas da tua Mãe a felicidade que te dá quando a presenteias, enfim ...O amor sente-se. Beijinhos

Gonçalo said...

Coimbra e ópera? Talvez não seja a mistura perfeita, mas mais cultura também fazia bem :)

beijinhos e bom fim de semana ***

Maria said...

Não aprecio.Fui uma vez, há anos.
Mas fizeste a tua mãe feliz.
Penso que, faria o mesmo.
Beijinho

pinguim said...

Já tive a oportunidade de comentar noutro blog, esta óptima iniciativa da descentralização cultural, aqui através da vinda de companhias de ópera internacionais - a cidades sem serem Lisboa ou Porto.
O meu amigo viu em Coimbra, e gostou muito.