Pages

Thursday, February 10, 2011

Uma certa nostalgia


Hoje olhei com certa nostalgia para as minhas sapatilhas de dança. Senti assim uma súbita vontade de voltar a dançar. Esbocei um ligeiro sorriso, é tal como os amores que vão e vêm, também as coisas que gostámos são relegadas para segundo plano quando substituídas por algo que nos preencha mais. 
E neste momento as danças foram relegadas para segundo plano. Troquei as sapatilhas pelo saber, troquei ser embalada por música, para ser embalada por palavras. Se estou triste? Não é tristeza, é saudade, é o saber que as prioridades neste momento são outras e é a certeza que logo que me seja permitido o retorno a algo que tanto gosto. 

Quando? Só o tempo o dirá e eu neste momento não me atrevo a pensar em prazos. A minha vida está sem prazos limites para o que quer que seja!

10 comments:

Brown Eyes said...

Estava à espera que saísse, tinha lido no google reader. Sei que tens saudades de dançar, só podes, dançar faz bem ao espírito e traz paz. Tens outras prioridades que, agora, te fazem mais feliz. Saudades nós também sentimos, de ti mas sabemos esperar. Tu também sabes. Beijinhos

Pérola Negra said...

Que bom seria se conseguissemos fazer tudo o que gostamos... Mas há alturas em que não dá mesmo. Tenho a certeza que voltarás a dançar, mesmo que não saibas quando. Uma paixão dessas não se esquece, mesmo quando se dá lugar a outra. Eu também voltarei a dançar! ;)
Beijinhos

Gi said...

Esta coisa de ter um novo projeto de renegar por um período aquilo que nos é caro em busca de algo maior. Ainda amo acampamentos e florestas... Tal como você espero um dia voltar a prática de aventuras... Imagino que sejam sentimentos semelhantes... Espero que em breve voltemos as nossas paixões!

Anniiee said...

Vais ver que vais conseguir um tempo para fazeres algo que tanto gostas ;)

BS of Life said...

É nostalgia.
Também a sinto muitas vezes.

Petra Pink said...

Não te faltará tempo minha querida.
>Neste momento há algo que te faz mais feliz, que te faz sentir mais completa.
E se assim foi, a troca não foi só produtiva como também inteligente....
Hasde voltar logo que possas... logo que o teu coração o decida.

E. said...

Como eu te compreendo :) A dança, sendo uma paixão, completa-nos de uma forma sem igual. Pena que por vezes tenhamos que deixar para trás as nossas paixões...

Maria said...

Coincidência, hoje tive saudade das minhas aulas de Flamenco. De calçar os sapatos, esquecidos na caixa, dentro do armário, da minha saia vermelha, cor da paixão, que eu tanto gostava de a ver rodopiar, enquanto dava os meus passos de dança.
Por vezes, apetece-me pôr a música que tenho aqui e recordar, embora muito esteja esquecido, os meus passos, o bater dos tacões.
Saudade, sim.
Beijinho

anf said...

Uma coisa de cada vez,
um dia ainda vais voltar a calçar as tuas sapatilhas de dança,
bjo

Olga said...

Calça em casa e rodopia para matar saudades. Quando esta tarefa que começas-te ficar terminada poderás voltar a outra. Beijinhos.