Pages

Thursday, March 3, 2011

tempo

"O tempo rasga fendas na minha alma, o peso dos anos volvidos lê-se em cada ruga do meu rosto. Não são rugas de velhice no sentido literal das mesmas, são as rugas da minha alma, aquelas que o meu olhar encobre, aquelas que o meu sorriso esconde. Os segredos que enclausurámos dentro de nós são tantos, imensos. Quem lê meu sorriso não lê as lágrimas que oculto, já não as choro mais, mas o seu peso é uma vasta imensidão. Quem souber ler o  meu olhar, sempre atento e circunspecto, poderá ler nos contornos dos meus olhos, colocando a minha alma a nu." Bela

5 comments:

Brown Eyes said...

Bela não veja assim o tempo, como algo que te marca. O tempo dá-te oportunidade de emendar erros, dá-te a experiência que te permite poder optar pelo que te faz feliz com maior facilidade.
Beijinhos

anf said...

Não olhes para trás com mágoa, olha sempre em frente e pensa no que o futuro te trará de bom,
bjo

Gi said...

Lindo e verdadeiro.

Petra Pink said...

Maravilhoso o que escreveste.
E sim começo a conhecer-te bem minha querida amiga...
Tão doce, tão especial...
Um beijo enorme deste tua amiga doida mas que te adora.

Maria said...

Eu choro, quando tenho necessidade; sozinha, acompanhada, mas choro.