Pages

Tuesday, July 12, 2011

Esboços

Provavelmente nunca antes senti que uma singela página em branco calasse a minha sede de palavras. No entanto estes dias, as palavras encontram-se encarceradas dentro de mim. Se antes a vontade de partilha invadia o meu ser, agora uma vontade de ser invejosa, de negar a partilha assola-me. Tanto que dizer, sem saber como. 
Esboço conjugações que nunca chegam a ser, palavras que ecoam na minha mente e inquietam o meu ser. Introspecção é o modo em que o meu ser se encontra. Em fase de apenas escutar, em fase de apenas absorver, em fase de constatar a contradição nos outros. Às vezes era melhor não sentir a indignação que toma conta de mim, às vezes era melhor abafar a rebeldia perante as atitudes alheias. Aos poucos começo a aprender a fazer a distinção de quem fala por falar, de quem é convicto nas suas palavras. E sinceramente cada vez tenho menos paciência para o primeiro grupo.

9 comments:

Manuela said...

Querida Bela, por vezes também necessitamos de uma pausa, para reflectir, para escutar e depois quando se volta (à escrita), ela flui copiosamente.

Anjo De Cor said...

Primeiro que tudo estou contente por ver que estas de volta ;)
Em relação ao teu post acho que tens razão, eu tb tenho pouco paciência para esse tipo de pessoas.
Beijinhos*

Brown Eyes said...

Estar ausente muito tempo leva ao atropelo de ideias. Acontece-me mesmo: tanto que dizer e tão pouca vontade de falar. Beijinhos

Eva Gonçalves said...

Percebo-te perfeitamente e a Brown Eyes tem razão. Também tenho fases dessas ou de menor disponibilidade de partilha...vou, como em tudo, oscilando entre vontade de escrever e uma sensação de inutilidade em tudo... mas dessas pessoas que falas, de falarem por falar, confesso já ter tido mais paciência :)) Beijinhos

NANA said...

tive que mudar de endereço.
Agora estou em:
http://nana-secretlife.blogspot.com/

Beijinho*

Gonçalo said...

Conto contigo para o esboço do encontro a três!

:)

cantinho said...

Tens razão e, com o tempo, vais aprender a lidar com essas pessoas.
Há partilhas que fazemos e, por vezes, sentimos que não devíamos; outras, em que fazemos por consideração,; outros porque não somos invejosos(as) e pode ser frutífero para todos.
Mas quem tira partido disso como se fosse o/a autor(a) da "proeza". é pobre de intenções, de humildade, de valores.
A reflexão é importante e ensina-nos a seleccionar...
S~e boa, ajuda, mas com quem merece.
Beijinho

Martini Bianco said...

Há algum tempo que não vinha cá, mas uma coisa é certa, saio sempre melhor do que quando entro...
bjs

Petra said...

As vezes ssabe e faz bem guardar para n´´os... ´´e como um tesouro que queremos guardar...