Pages

Monday, August 22, 2011

Reflexão

"Permiti-me este tempo de reflexão. Tempo este em que ponderei atitudes, revi situações, estudei o que me rodeia. A verdade é que não me sinto mais esclarecida do que antes. À minha volta as ondas continuam altas e fortes. Empurram-nos, sujeitando-nos à sua força atroz. Sinto este vai e vém da ondulação mais do que nunca, ressinto-me da falta de equilibrio. Aqui estou à mercê da vida que me envolve, a alma essa queria ser solta e leve. Ao invês disso encerra em si o peso do mundo. A esta altura julgaria eu ser já detentora das verdades, a esta altura estaria embarcada em outras viagens. E de cada vez que vislumbro as astes do navio mais e mais longe, convenço-me que eu cada vez imponho mais esta distância entre o meu destino e eu mesma. Até quando fintarei o destino? Bela"

8 comments:

Gi_Corrêa said...

E nos vemos avançar para o mar, quando iremos avistar novamente a terra firme?
E venho sempre aqui, porque as palavras ainda me dão segurança.

Gi_Corrêa said...

Beijo amiga.

Gabriela... said...

Fizeste-me ficar a pensar... bolas!

Petra said...

é sempre tão bom ler-te meu doce..... um beijo enorme.

Natália Augusto said...

Olá,

acho que por mais que sintamos que vamos indo e fintando o destino, mais este vem ao nosso encontro.
Bela reflexão!

Beijoca

CG said...

Por vezes nós próprios somos o nosso maior obstáculo...

Big Kisses

Paula NoGuerra said...

O segredo é viver um dia de cada vez!

Presente para ti no meu blogue ;D

Bjs doces****

Eva Gonçalves said...

E se parasses de tentar vislumbrar um destino... e apreciasses a viagem? Heim? Esquece as marés, o vento, os monstros marinhos... olha os golfinhos que te acompanham e observa o pôr do sol ao fundo ... a liberdade da viagem... as possibilidades de o destino ser qualquer um... :) Beijoca