Pages

Thursday, October 20, 2011

Folhas Soltas

Da minha janela vejo o vento soprar. A sua força arranca as folhas das árvores. Apenas algumas caem, diria que a sua vontade seria de as arrancar todas de uma vez. Mas não, de cada vez que passa não consegue ultimar a sua vontade. A sua perseverança em derrubar os obstáculos faz-me lembrar a conjuntura que vivemos actualmente. Há os que sopram e derrubam tudo à sua passagem e há os que se agarram com todas as forças para não serem levados pelo vento.
Eu sou uma dessas folhas, pequena, frágil. Mas a minha força permite-me colar-me à estrutura mãe. A minha força é o meu amparo. Sei que se o vento me arrancar andarei à deriva por tempo indeterminado à espera de pousar em qualquer porto seguro. E neste momento eu não sei o que é mais seguro, se embarcar numa viagem num desses barcos que oscilam ao sabor do vento, ou permanecer agarrada ao tronco da minha árvore. Sei que provavelmente um dia destes, o vento soprará mais forte do que as minhas forças e serei derrubada. Até esse dia colo-me a este tronco que me mantém viva. Do alto da minha árvore, vejo as minhas companheiras rodopiarem, assemelhando-se a uma espécie de dança inevitável. Quero-lhes bem, e sei que mesmo que sejamos arrancados sem fé, terá que haver sempre um lugar que acolha estas folhas soltas. E resta não perderem a esperança e não se deixarem varrer para uma valeta da vida. Estas folhas soltas, uma por uma, ainda poderão construir as páginas de um livro.

6 comments:

Turista said...

Querida bela, parece-me que tu serás das últimas folhas, a serem levadas para a valeta!

Helga said...

Poderá o vento derrubar a esperança?

Um beijinho grande :)

cantinho said...

A valeta pode ter duas vertentes: a da protecção ou a da perdição.
Mas tu tens um porto seguro, e a ser levada poelo vento, vais semear muitos conhecimentos, valores, carinho e amor.


Beijinho


P.S.: Só aqui no pc da escola, consegui entrar no teu blog.

60 Sinais said...

Há coisas que nunca mudam...como essa alma poética e a paz deste blog. É bom voltar e continuar a sentir a calma que transmites. Obrigado por isso =).
Obrigado tambem por continuares a dar um olhinho no meu novo blog...bom saber que continuo na tua companhia. Um beijo grande. ex meio cheio*

Petra said...

Tão lindo o que escreveste querida... Concordo com a Turista, és uma folha bem presa.... pela tua força!

Brown Eyes said...

Lindo, sem dúvida. Beijinhos